Equipamento Portátil de Interpretação. Por Que Não?

Equipamento Portátil de Interpretação. Por Que Sim?

Equipamento portátil de tradução simultânea
Equipamento portátil de tradução simultânea

By Ewandro Magalhães

Em alguns círculos profisisonais, a reputação dos sistemas portáteis de interpretação não é das melhores, sobretudo na Europa. E os termos usados para designá-los não deixam dúvida quanto a isso: bidule (treco); valisette (malinha); tour-guide, etc.

Contudo, há situações em que o equipamento portátil é a única solução prática, o que explica sua crescente popularidade junto a várias organizações internacionais que o utilizam com freqüência em trabalhos de campo ou em reuniões onde a limitação de espaço impede a instalação de cabines. E considerando ademais sua conveniência e seu baixo custo, as empresas privadas já o adotaram como solução há muito.

É bem verdade que no passado um equipamento móvel tradicional submetia o intérprete a jornadas longas de trabalho em pé, além de péssimo conforto auditivo. Com os sistemas portáteis convencionais, o intérprete, sem uma linha de áudio direta, era forçado a caminhar pela sala, aproximando-se de quem estivesse usando a palavra e esforçando-se para falar o mais baixo possível de modo a não incomodar o orador. Ou seja, as condições de trabalho estavam longe de serem ideais.

Mas isso agora é passado. Uma nova geração de equipamentos portáteis bi-direcionais promete resolver todas essas questões. Os sistemas mais novos incluem dois transceptores de dupla função, um para o orador, outro para o intérprete. Agora, utilizando um único aparelho acoplado à cintura, o intérprete pode ouvir o som com qualidade cristalina e transmitir sua interpretação simultaneamente, acomodado confortavelmente numa cadeira no fundo da sala.

Nos casos de mais de um orador — como em uma sala de reunião executiva ou em um conferências para pequenos grupos onde os participantes partilham um microfone de mão — os novos equipamentos oferecem uma estação-base (dock) que captura todo o sinal de áudio que alimenta os alto-falantes da sala e o transmite ao intérprete sem fio.

Acabou aquela história de se debruçar sobre o orador ou correr de uma ponta à outra da mesa para escutar o que se diz. Nada de interpretação sussurrada no ouvido de um ou dois palestrantes. Os participantes podem escolher o canal que mais lhes convenha e acompanhar a fala do orador ou do intérprete, diretamente por meio de receptores supercompactos.

Esses novos equipamentos representam um grande avanço em relação aos sistemas portáteis do passado e podem ser configurados de inúmeras maneiras para acomodar vários intérpretes e várias línguas. Não requerem instalação. Não requerem alimentação elétrica. Basta só abrir a maleta, distribuir os aparelhos e… correr pro abraço.

Os sistemas portáteis mais modernos podem ser adquiridos a bom preço hoje e funcionarão sem necessidade de manutenção por anos a fio. É um investimento que se recupera rapidamente. Um sistema portátil também aumenta o seu valor como intérprete, ao torná-lo mais atraente para uma gama maior de clientes exatamente pelo valor agregado pelo equipamento. E por fim, você ainda pode capitalizar sobre seu sistema, alugando a outros colegas o equipamento que não esteja em uso.

Portanto, se você é intérprete e ainda não tem seu próprio equipamento portátil, eu recomendo que invista em um. Faça uma busca na rede pelo sistema que melhor o atenda. Se precisar de ajuda, entre em contato e eu lhe darei algumas dicas.

Duas importantes ressalvas, ao concluir:

  1. um equipamento portátil não se aplica a toda e qualquer situação e nem tem por objetivo substituir equipamento de maior performance exigido em conferências de grande porte. Tampouco pretende questionar o valor da boa técnica de interpretação consecutiva em reuniões diplomáticas ou comerciais de alto nível.
  2. um intérprete consciente deve esforçar-se por promover e preservar as boas condições de trabalho que nossa profissão lutou tão arduamente para estabelecer, especialmente no que tange a jornada aceitável de trabalho e atuação em equipe. Equipamento nenhum deve ser desculpa para se trabalhar sozinho ou por jornadas superiores a seis horas.

Dito isso, um bom equipamento portátil lhe proporcionará muito mais conforto. Também irá poupar a sua voz e reduzir o seu estresse. Pode mesmo salvar sua vida durante longas e extenuantes missões em campo, ou caso você seja chamado com freqüência a atender pequenas reuniões ou apresentações para grupos itinerantes. Falo por experiência própria, tendo realizado inúmeras missões assim, em quatro continentes. Pode acreditar.

Para mais informações:  Catálogo Premium de Tradutores!

Inteligência Emocional na cabine

por Élide Motta

e_i

Muito se tem falado sobre Inteligência Emocional e o peso que ela exerce na carreira profissional das pessoas. Mas o que isso tem a ver com os intérpretes simultâneos ou os tradutores simultâneos como muitos nos chamam? A maior habilidade que nos compete é a linguística aliada à técnica de tradução simultânea. Não é mesmo? Então porque precisamos nos preocupar com a IE? Precisamos sim, se queremos agregar valor aos nossos serviços e fidelizar clientes.

Vamos ilustrar. Sabe aquele momento tenso, cinco minutos antes do início do evento? conversation-799448_1920Os organizadores agitados, técnicos repassando os últimos detalhes… e você dentro da cabine se concentrando. Seu “concabino” já avisou que vai chegar em cima da hora. E aí vem o seu cliente, nervoso, perguntando onde está o segundo intérprete. Você tenta explicar, mas a pessoa é grossa e sai mais nervosa ainda. Agora você tem duas opções: levar isso para o lado pessoal e deixar esse clima influenciar o início do seu trabalho, ou tentar entender o que está realmente acontecendo e usar a sua inteligência emocional para “ler” as emoções dele.

Segundo o Dr. Daniel Goleman, psicólogo norteamericano e autor do best seller Inteligência Emocional: Por que ela pode ser mais importante que o QI, houve uma mudança no paradigma, uma redefinição do que é ser inteligente. Não basta mais ter um nível elevado de QI, hoje é necessário desenvolver habilidades que apoiem seus conhecimentos, suas habilidades técnicas e suas experiências. Dr. Goleman argumenta que um bom desempenho produtivo está atrelado a três habilidades: a habilidade técnica (conhecimento avançado e proficiente em determinado campo), a habilidade cognitiva (a capacidade de raciocinar e conceituar situações complexas) e a habilidade da inteligência emocional (autocontrole, autogerenciamento, empatia e habilidades sociais).

Você investiu muito para adquirir suas competências linguísticas. Suas técnicas de interpretação foram adquiridas com estudos, dedicação e muito trabalho. Mas e suas competências interpessoais? Intrapessoais? Você conhece seus próprios sentimentos? Sabe identificar e diferenciar cada um deles? Consegue reconhecer em outras pessoas tais sentimentos? Pode parecer bobagem, mas é graças a essas habilidades que muitos gestores de grandes empresas aumentaram a produtividade e o lucro dos lugares onde trabalham. Vindo com isso o reconhecimento em forma de promoções e condecorações.

Se eu consigo reconhecer que o meu contato no evento estava nervoso com algo e não comigo, consigo estabelecer empatia. Meu contato pode até sair bravo naquele instante, mas não irei deixar isso influenciar a qualidade do meu trabalho, meu serviço será entregue da melhor maneira possível. Vou procurar meu contato durante o intervalo e buscar restabelecer um diálogo calmo e assertivo. O relacionamento cliente-prestador de serviço voltará a ser positivo, pois reconheci a emoção dele (nervosismo por querer que o evento seja perfeito), avaliei a situação, compreendi a necessidade do meu cliente e entreguei um serviço de qualidade. A inteligência emocional permitiu aumentar a confiança do meu cliente em relação ao meu trabalho e estabelecemos um relacionamento mais humano, mais próximo. Ele provavelmente não irá procurar outro prestador de serviço. Voilá! Fidelizei meu cliente.

São muitas as histórias tristes que ouvimos sobre intérpretes egocêntricos, pouco simpáticos, que criticam seus próprios colegas para o cliente. Intérpretes que até são eficientes, mas pecam em suas relações interpessoais. Talvez seja porque não reconhecem em si os seus próprios sentimentos e emoções. Falta-lhes desenvolver as habilidades intrapessoais e sociais.

Mente-e-coraçãoConhecendo-se melhor para poder dar o melhor de si em qualquer situação da vida é realmente um grande avanço. É inteligente! Saber desenvolver suas competências sociais e principalmente emocionais realça, sem dúvida nenhuma, suas competências profissionais. Um profissional competente sabe entregar seu serviço com qualidade, sabe se relacionar e sabe como fazer para melhorar. Sempre é possível melhorar. Afinal de contas, quem não quer chegar ao topo? Ser inteligente não é mais só uma questão de QI, mas sim de IE!

Para mais informações fale com o Catálogo Premium de Intérpretes e Tradutores!

Escassez de intérpretes no Peru!

Notícias sobre tradutores e intérpretes

O Peru conta com cerca de 240 “tradutores de Inglês”, de acordo com números fornecidos pela Associação de “tradutores” do Peru.
Em Trujillo há muito poucos “tradutores e intérpretes”, podemos dizer que há escassez desses profissionais, pois muitos preferem viajar para o exterior ou se dedicar ao ensino.
Vale ressaltar que o Peru investimentos de US$4 em projetos acadêmicos per capita por ano, enquanto o Brasil mais de US$60 e a Argentina perto de US$30.

Matéria em Espanhol do Jornal Online

http://trujilloinforma.com/

 

Sólo en el Perú hay aproximadamente 240 traductores de inglés, según cifras ofrecidas por el Colegio de Traductores del Perú.
En Trujillo hay muy pocos” traductores e intérpretes”, hay escasez de estos profesionales, los pocos que existen prefieren viajar al extranjero, o dedicarse a la docencia’, agrega la Mg. Luz Mercedes Vilca Aguilar, Directora de la Escuela de Idiomas de la UCV.
Bajo este contexto, se viene promoviendo la investigación científica, sobre todo en otro idioma, para ello la Universidad César Vallejo (UCV) a través de la Escuela de Traducción e Idiomas desarrollan la ‘I Jornada de Investigación de Traducción e Investigación’.
Entre los trabajos expuestos en esta I Jornada, estuvieron “La interpretación de las señales no verbales” en los idiomas inglés, francés y portugués’, ‘La calidad de la interpretación de los (a) guías turísticos y la satisfacción de los turistas’, entre otros.
Estos trabajos siguen la línea de investigación de la carrera, relacionados con el campo de la traducción e interpretación, otros con idiomas y sociedad en el campo de la interculturalidad.
Durante este evento, jóvenes universitarios del noveno ciclo de la mencionada carrera, presentaron los avances de sus proyectos de investigación en inglés, los cuales fueron evaluados en base a algunos criterios como: forma, estructura, y exposición.
Para lograr estos trabajos, los jóvenes han recibido apoyo tanto del asesor metodólogo, como del asesor especialista. Vale mencionar que durante su exposición tuvieron la evaluación de un jurado externo.
Luz Vilca finaliza señalando que el trabajo de un traductor e intérprete tiene como ventaja el ser independiente, pues ellos mismos ofrecen sus servicios a varias empresas, trabajando con una cartera de clientes propia.

Cabe mencionar que el Perú invierte en proyectos académicos menos de 4 dólares anuales por habitante, mientras Brasil supera los 60 y Argentina bordea los 30.

Deixe seus comentários.

Meg Batalha

http://www.catalogodetradutores.com.br/pt/profissional/11

http://www.catalogodetradutores.com.br

Catálogo Premium: uma rede de experts!

Uma plataforma que oferece soluções e satisfação total!

The Best
The Best

A crescente visibilidade do Brasil na arena global fez com que os profissionais brasileiros alcançassem um alto nível de excelência. Os profissionais de hoje são competentes, cosmopolitas e comprometidos. Um dos fatores que mais contribui para sua qualidade e atualização são os eventos internacionais em que as mais avançadas práticas mundiais são compartilhadas por profissionais de ponta em suas áreas.

Nesse novo contexto, os intérpretes de conferência têm um papel decisivo a desempenhar: graças a eles, pessoas de línguas e culturas diferentes conseguem se comunicar!

O Catálogo Premium de Intérpretes e Tradutores foi criado para facilitar o contato entre intérpretes e clientes. Uma rede global, que reúne intérpretes do Brasil inteiro e também do exterior. Além do diferencial de qualidade, os profissionais do Catálogo se destacam por sua grande sensibilidade humana e profissional.

A nossa plataforma oferece os seguintes serviços:

  • Interpretação simultânea
  • interpretação consecutiva
  • tradução e interpretação de línguas de sinais (LIBRAS)
  • acompanhamento em reuniões, visitas a empresas
  • idiomas raros
  • tradução escrita e juramentada
  • legendagem
  • audiodescrição
  • organização de eventos
  • equipamento de som.

Nós, do Catálogo Premium de Intérpretes e Tradutores, teremos enorme satisfação em colaborar com o seu evento. Cientes que estamos do inestimável valor dos serviços que sua empresa, instituição  ou corporação oferece à população do Brasil, da América Latina, dos EU e da Europa teremos o prazer de lhe oferecer condições especiais para a prestação de nossos serviços.

Contate o Catálogo Premium de Intérpretes e Tradutores e encontre as melhores soluções para o sucesso de seu evento!

Meg Batalha.

55 11 9 9582 5899.

 

Accomplished Interpreters. Anywhere. Anytime
Catálogo Premium de Intérpretes e Tradutores Accomplished Interpreters. Anywhere. Anytime

 

Dicas para se tornar intérprete da ONU

“Ewandro Magalhães” | Senior UN Staff | Former Chief Interpreter | Virtual Mentor

Autor do vídeo abaixo e do livro Sua Majestade, o Intérprete
O Fascinante Mundo da Tradução Simultânea, 2007.

 

Publicado por Meg Batalha – Tradutora e Intérprete

“Solicite orçamento de tradutores e intérpretes” em São Paulo – Brasil.